Televisão

Elenco festeja lançamento de "Tempos Modernos" no centro de São Paulo

Da Redação

Neste sábado (9), o elenco e a produção da nova trama das sete da Rege Globo, "Tempos Modernos", se reuniu para comemorar o lançamento da novela, com estreia segunda-feira (11). Como a história se passa em São Paulo, principalmente no centro velho, a festa foi numa construção da década de 40, o Cine Marrocos, decorado com a mistura que caracteriza a novela: o histórico e o contemporâneo.

Na entrada, os convidados eram recepcionados por duas estátuas-vivas e um saxofonista. Dentro do salão, imagens feitas durante as gravações da novela eram projetadas no teto. Um móbile feito de neon com a frase "Paulicéia desvairada, rock rola na balada", criada por Rita Lee, também fazia parte da decoração. Até o cardápio foi inspirado na novela e na capital, incluindo, obviamente, pastel e chope.

Grande parte do elenco compareceu à comemoração, que começou às 20h30. Grazi Massafera, que será a vilã Deodora, foi uma das primeiras a chegar, de mãos dadas com o também ator Cauã Reymond. O casal causou furor entre jornalistas e fotógrafos -e, claro, entre os fãs que cercavam a porta. "Essa novela é uma mistura de uma galera da TV e uma galera do teatro. Então, os bastidores são enriquecedores. É gostoso de conversar, de trocar ideias, pegar dicas", conta a atriz.

Antônio Fagundes também não demorou a aparecer, acompanhado da namorada Alexandra Martins, que será sua secretária na trama. O ator diz estar contente por gravar uma novela que acontece em São Paulo. "Eu fui criado aqui. Sou mais conhecido no Rio como paulista do que como carioca, apesar de ter nascido no Rio. São Paulo está no coração", diz Fagundes.

"Eu me sinto muito jovem voltando para o horário das sete", brinca Fagundes, que fará Leal, o construtor de um prédio muito moderno -o edifício "Titã", principal cenário da trama. "Minha semelhança com o Leal é que os dois têm um problema com internet. Só", e exemplifica confessando nem computador ter.

A filha preferida de Leal é Nelinha, vivida por Fernanda Vasconcellos, que chegou à festa acompanhada do namorado, Henri Castelli. "Ela é bem urbana, contemporânea", define. "Estou realizada. Está muito bom porque eu estou mais segura. A gente vai ganhando maturidade: é a quarta novela, é a quarta protagonista. Quando é a primeira, você fica mais insegura. Agora, não tenho tanto medo e dá para ser mais gostoso."

Regiane Alves fará uma das duas irmãs de Nelinha, a Goretti. "É uma mulher atrapalhada, que só pensa em entrar para a alta sociedade. Tem quatro filhas, que nem os nomes ela sabe direito". A terceira irmã, Regeane, de Viviane Pasmanter, também faz a linha fútil. "Minha personagem é uma consumista, diferente de mim". Para conhecer melhor esse universo, a atriz foi conhecer redutos de madames. "Visitei lojas como Daslu e Versace."

O par romântico de Fernanda na novela é Thiago Rodrigues. "Quem ia fazer esse papel era o Daniel de Oliveira, mas ele não pode aceitar por estar fazendo cinema. Eu ia fazer outro personagem e herdei esse". Zeca, seu papel, é o guarda-costas de Nelinha, por quem vai se apaixonar. "Eu vi todas as temporadas de 'A Gata e O Rato'[seriado dos anos 80]. Acho que tem muito a ver. A gente [ele e Fernanda] reveza: uma hora eu sou o gato outra hora eu sou o rato", brinca.

"Tempos Modernos" entra no lugar de "Caras & Bocas", grande sucesso do horário. Mas a herança não assusta o autor Bosco Brasil. "Quando a novela anterior estava em baixa é mais difícil", diz ele, confiante no sucesso. "É uma novela bem humorada, com histórias dramáticas, mas personagens cômicos. As situações são vividas por pessoas que agem sem pensar, mais ou menos como eu". "Tempos Modernos" estreia segunda-feira (11), às 19h, na Globo.